Escolha uma Página

Hemorroida

A doença hemorroidária ou simplesmente hemorroida é uma das doenças mais frequentes que acometem a região do ânus e de procura ao consultório do coloproctologista. Infelizmente muitas pessoas, por vergonha ou medo de ir ao médico, se automedicam, o que pode agravar os sintomas ou atrasar o diagnóstico de doenças que tem sintomas semelhantes aos da hemorroida.

Hemorroidas e a antiguidade

Um dos relatos mais antigos sobre hemorroidas data de 2.750 a.C. no Egito antigo (hieróglifos da coluna de Isis). Outros registros são encontrados no Código de Hamurabi (Babilônia, 1793 a.C.), nas leis de Manu (Índia, 1000 a.C.) e na Grecia feitos pelo pai da Medicina – Hipócrates (400 a.C.).

Antigo Egito
2.750 a.C. Hieróglifos coluna de Isis
1700 a.C. Papiro de Edwin Smith

Babilônia
1793 a.C. Código de Hamurabi

India
1000 a.C. Leis de Manu

Grecia antiga
400 a.C. Hipócrates

Hemorroidas o que são?

Hemorroidas não são varizes. As hemorroidas são um conjunto de vasos que acolchoam a musculatura do ânus, protegendo esta musculatura no momento da passagem das fezes durante a evacuação. Além disso, estes coxins hemorroidários auxiliam na continência, ou seja, ajudam a evitar perda de fezes aumentando o mecanismo de fechamento do ânus.

O que causa hemorroida? Por que temos hemorroidas?

Todos possuímos coxins hemorroidários, mas fatores que fazem as hemorroidas aumentarem de volume, irem para fora do ânus e sangrarem estão relacionados à hereditariedade, constituição física, hábitos alimentares, esforço para evacuar, constipação e gravidez.

Doutor(a) tenho hemorroida!

Para alguns pacientes qualquer sintoma anal está relacionado à hemorroida. Porém é mais comum que vários dos sintomas que o paciente apresente estejam relacionados a outras afecções da região do ânus que não hemorroidas. Em algumas situações o coloproctologista ao realizar o exame proctológico identifica fissura anal, papila anal, plicoma, dermatite, dentre outros.

Hemorroidas quais os sintomas?

Sangramento anal é a queixa mais frequentes relacionada a hemorroidas no consultório do coloproctologista. Este sangramento em geral é vivo, de pequena quantidade e relacionado às evacuações, notado no vaso sanitário ou no papel higiênico. É mais comum o sangramento anal ser indolor nos casos de hemorroidas. Ocasionalmente o sangramento pode ser severo e ocasionar anemia.

Outros sintomas relacionados à hemorroidas são prolapso anal com necessidade ou não de redução digital. Pode haver edema da pele da margem anal e flacidez da mesma, que constituem os plicomas.

Nódulo na margem anal é hemorroida?

Esta situação é chamada de trombose hemorroidária externa. Neste caso há formação de um coágulo de sangue na margem anal, que pode ser muito doloroso e eventualmente romper e sangrar. Geralmente ocorre por esforço ao evacuar fezes endurecidas, esforço físico, mas pode ser causada também por diarreia com várias evacuações. Gestantes estão mais suscetíveis a apresentar trombose hemorroidária principalmente nos últimos meses de gravidez devido ao peso ocasionado pelo aumento do útero e por constipação intestinal.

Tenho uma pele na margem do ânus. É hemorroida?

É frequente a procura do consultório do coloproctologista por pacientes que se queixam de pele na margem anal, muitas vezes confundindo esta situação com hemorroidas. Esta pele, chamada de plicoma, pode aparecer depois uma crise de trombose hemorroidária, quando a pele perde a elasticidade e fica redundante na margem anal.
Somente tem indicação de operar aqueles casos em que há dificuldade de fazer a higiene da região anal, de desconforto e inchaço frequentes ou plicoma grande. A cirurgia com objetivos puramente estéticos são desencorajadas pelo coloproctologista.

Outras doenças que podem ser confundidas com hemorroidas – nem todo sangramento anal é por hemorroida

O exame proctológico realizado pelo coloproctologista no consultório é o exame que confirma ou exclui o diagnóstico de hemorroidas. Outras alterações podem ser encontradas como:

  • Câncer de ânus
  • Câncer de reto
  • Fissura anal
  • Papila hipertrófica
  • Pólipos reto
  • Verrugas anais

Tenho muito medo de operar. Hemorroidas são sempre cirúrgicas?

Felizmente a maioria das hemorroidas podem sem tratadas clinicamente pelo coloproctologista.
Orienta-se a ingestão de fibras e líquidos, nos casos de pacientes constipados, são orientados laxantes leves, uso de pomadas e banhos de assento com água morna.

Naqueles casos que persistem com sintomas, pode ser realizado um procedimento no consultório pelo coloproctologista que é a ligadura elástica.
Na presença hemorroidas externas volumosas ou que não respondem aos tratamentos menos invasivos, indica-se a cirurgia.

Nos casos agudos de trombose hemorroidária são necessários anti-inflamatórios e outras medicações analgésicas para aliviar a dor. A aplicação de gelo no local nos primeiros dias também alivia os sintomas. Nos casos mais graves pode ser necessária cirurgia de emergência.

Ligadura elástica de hemorroida dói?

A ligadura elástica de hemorroida é um procedimento praticamente indolor realizado no consultório do coloproctologista.
Consiste em colocar uma borracha na base da hemorroida. Alguns pacientes sentem um leve desconforto no reto, sensação de vontade de evacuar. Raramente apresentam dor.
A hemorroida ligada murcha e cai em 5 a 7 dias. Podem ser necessárias mais de um sessão de ligadura elástica para resolver os sintomas dos pacientes.
É um método ambulatorial que não tem necessidade de anestesia e com excelentes resultados, além disso, pode evitar uma cirurgia.

Operei hemorroida há um tempo, mas meus sintomas voltaram. Hemorroida volta?

Aquela hemorroida operada não retorna. O que pode acontecer é desenvolver nova hemorroida no local que não foi operado. As orientações dadas pelo proctologista devem ser seguidas de forma adequada para que isso não ocorra.

Quais medidas para evitar hemorroidas ou complicações?

  • Ingerir alimentos ricos em fibras
  • Ingerir líquidos, no mínimo 2 litros ao dia
  • evitar esforço excessivo para evacuar
  • não fazer o vaso sanitário de cadeira de leitura

Importante: evite automedicação!

Se você apresentar qualquer alteração na região anal ou sangramento, não tenha vergonha, consulte um coloproctologista. Evite a automedicação e siga sempre as orientações de seu médico(a)

AGENDE SUA CONSULTA

Tel: (21) 2249-0293
Cel: (21) 96921-1515

Comentários

comentários